sexta-feira, 22 de julho de 2011

Fábio de Melo comenta agressão de pai e filho confundidos com gays

"Nós não podemos tratar essas questões com esse moralismo cego, que nos impede de ver o outro" diz o religioso sobre a homossexualidade"

O padre Fábio de Melo usou, na noite de terça (19), seu perfil no twitter para comentar o caso do homem que de 42 anos que teve metade da orelha decepada após ser agredido por um grupo de jovens, que pensaram que ele e o filho fossem um casal gay, no interior de São Paulo. "A acentuação moral sobre os pecados da sexualidade e o esquecimento de outras questões importantes geram estas atitudes", diz o padre.

"Um crime hediondo. Achar-se no direito de agredir alguém na tentativa de fazer prevalecer um modo de pensar. Desaprendemos muita coisa. O respeito, por exemplo", completa.

O religioso aproveitou para comentar sobre as pessoas que usam os preceitos religiosos para justificar atitudes como a do grupo de jovens. "O pior criminoso é aquele que sacraliza suas maldades. É o que se diz bendito, porque está protegido sob a frágil casca religiosa", completa.


No programa Direção Espiritual, na TV Canção Nova, que também é apresentado pelo padre, ele já foi questionado diversas vezes, por famílias católicas, sobre como tratar o homossexualidade dentro de casa. Com um posicionamento mais atual e realista, o religioso admite que não é o pior pecado do mundo.

"Não sou eu quem vou fazer julgamento de ninguém. Todos nós temos nossas fraquezas e não vou entrar no mérito do que é certo ou o que é errado, porque todo mundo já sabe. A sexualidade é uma questão muito complexa. Quando nós falamos de sexualidade, parece que estamos falando do pior pecado do mundo. Pelo amor de Deus, não é isso. Nós não podemos tratar essas questões com esse moralismo cego, que nos impede de ver o outro" diz.





Fonte: G1



Siga-nos no Twitter e fique por dentro de muitas novidades!

Um comentário:

Carina disse...

Ele é um ser humano incrivel, para mim uma pessoa muito admirável que acima de tudo vê o próximo, acima de tudo age em nome do amor e isso independe de sua crença, formação,etc ele simplesmente enxerga a pessoa. Padre Fábio de Melo é um dos muito poucos que merecem respeito e admiração.